segunda-feira, 25 de abril de 2016

COMPRAR!!!

O título desse post é beeeeem interessante, né... Compras! Como é bom comprar! Melhor ainda é comprar com consciência.
Hoje em dia muito fala-se de cuidados com o meio ambiente, moda sustentável...
Eu confesso que não prestava atenção nisso, mas outro dia eu tava vendo um documentário  chamado The True Cost, que mostra o trabalho escravo, as péssimas condições a que esses trabalhadores são submetidos, e isso mexeu comigo. Eu recomendo que assistam, pois muda a nossa visão na hora da compra. 
Apesar que basta a gente parar pra pensar um pouco: como uma peça tão bacana, com tecido legal, consegue chegar nas nossas mãos por um preço tão acessível? Alguma coisa tá errada no caminho, né?
Na minha família tem pessoas que costuram, e o trabalho é imenso e não tem como o custo ser baixíssimo. E outra, tem tanta gente ralando pra fazer roupa legal no nosso país, e tentando ao máximo fazer a coisa correta, então vamos valorizar!

Fora isso tem a questão da água né gente! Imagina o quanto de água é necessário para a produção do algodão, por exemplo. Só pra vocês terem uma noção, outro dia li na revista SuperInteressante que para a produção de uma simples camiseta de algodão são necessários 2.700 litros de água. Olha o absurdo!

Então, pensando nisso tudo, eu resolvi fazer novas escolhas de moda. É totalmente possível, viu!
Depois de organizar tudo, já tendo uma base e sabendo o que combina com o que tu já tens, fica muito mais fácil consumir consciente. E mais, tu vais ver que não falta tanta roupa como tu pensas que falta.
Mas vamos lá, algumas opções para comprar de maneira consciente, ou bem perto disso, já que não tem como acompanharmos toda a produção de uma peça de roupa.

- Armário das amigas: Eu já havia comentado aqui sobre isso, e continuo nessa tecla. Trocar peças de roupa com as amigas ou até mesmo vender e comprar. Tu se divertes com elas, ganha peças novas para o teu closet, e ainda tá sendo mega consciente!

- Brechós: Essa alternativa é muito legal, porque tu encontras coisas tão bacanas, e o melhor de tudo, o tecido é muito bom. Normalmente peças antigas oferecem essa vantagem do tecido.
Ah e mais, bem pouco provável que tu encontres alguém usando uma peça semelhante. Experimente fazer isso quando viajar também, ao invés de ir às grandes lojas, vá aos brechós das cidades.

- Pesquisar sobre marcas: Antes de entrar numa loja, dá uma olhadinha na internet, tenta ver a origem das roupas daquela marca. Hoje em dia tem muitas delas que se preocupam com a produção sustentável, então vale a pena a pesquisa.

- Invista no atemporal: Tenta não entrar na onda de comprar coisas que estão bombando no momento. Porque depois isso passa, e tu não vais mais querer vestir. Então busque algo que fique, que irá servir pra vida.

- Valorizar produção em pequena escala: Sabe aquelas lojas menores, que muitas vezes passam despercebidas? Então, na maioria delas tem coisa muito boa! E que foi feita por costureiras, um trabalho árduo e que nos proporciona peças bem acabadas e quase que personalizadas, já que a produção é realizada em pequena escala.

Viram só?! Espero que entrem na onda comigo! E essas foram apenas algumas dicas, há outras possibilidades de fazer isso acontecer!

Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário