quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Vida Nova nos EUA

Ontem a noite eu estava pensando no blog, em como eu gosto de compartilhar minhas ideias, experiências e dicas aqui nesse espaço.
E eu resolvi contar um pouco sobre a minha nova vida!
Como muitos sabem, eu casei!! Só que além dessa mudança (que já é algo grande), eu estou vivendo fora do meu país. Então são muuuitas novidades acontecendo aqui comigo.
A gente não fez nada grande. Apenas fomos ao cartório e assinamos o compromisso. O juiz cumpriu dois papeis nesse dia: o dele e o de fotógrafo... Tirou uma meia dúzia de fotos pra gente ter de recordação desse momento tão importante.
Depois disso começou a saga para organizar meus papeis, que diga-se de passagem, ainda não estão ok. Demos entrada no processo no dia 30 de maio, e ainda não completou-se tudo. 

Enfim, o fato é: o que Débora tem feito durante esse tempo? Isso que eu quero contar daqui pra frente no blog.

Ainda não posso trabalhar, porque não tenho minha permissão, e nem coragem para fazer algo ilegal. Sendo assim, inventei crochê, blog, artesanato, academia... Tentando preencher meu tempo o máximo que posso. 
Enquanto meu marido está em casa, aproveito o tempo com ele. Cozinhamos juntos, já que ele é bem familiarizado com a cozinha, assistimos filme, fazemos caminhadas. Mas quando ele sai para o trabalho, eu preciso inventar coisas.
Pra começar eu reorganizei a casa toda. E deu trabalho, viu! Misericórdia!!
Eu cuidei de todos os cômodos, todos os móveis. Abri cada gavetinha, tirei tudo de dentro (tudo mesmo!), limpei e organizei novamente. 
Com a ajuda dele mudei alguns móveis de lugar, e consegui dar uma carinha nova pra casa. E agora sei exatamente onde está tudo... Já ele, ficou um pouco perdido, mas logo ele se encontra rsrs. 
Levei umas duas semanas para fazer tudo isso, foi cansativo mas fiquei bem feliz com o resultado.

Depois disso corremos atrás de uma linha telefônica pra mim, afinal, eu precisava me comunicar com minhas amigas, família... E gente, que alegria eu senti, quando instalei o whatsapp e consegui ouvir a voz das pessoas e trocar mensagens! Eu parecia criança com brinquedo novo!
Porque fora isso, eu só falava com meus pais e meu irmão pelo Skype, algumas vezes e só. Não tinha outro meio de contato. Porque e-mail, gtalk não é a mesma coisa! Eu gosto de gravar áudio, ouvir a voz do povo!
Vou falar que por um lado foi ruim estar tão desconectada, porque eu senti falta das pessoas, muita falta mesmo, mas por outro lado foi bom. Porque enquanto eu arrumava a casa, eu pensava em tudo que estava acontecendo, e acabou sendo uma terapia. Talvez se eu estivesse conversando com todo mundo, eu não teria aproveitado esse momento como o fiz.

Mas, continuando... Depois de toda arrumação da casa e de brincar no whatsapp, eu inventei o crochê. Que vitória conseguir fazer o primeiro ponto!

Minha mãe faz crochê há séculos, e ela faz cada coisa linda!!! E claro que ela tentou, inúmeras vezes, me ensinar, mas nunca teve sucesso. Eu sou canhota, e isso acabava atrapalhando e eu tinha dificuldade de aprender. Mas, eu fiz uma busca no nosso amigo google, e encontrei vídeos de canhotas fazendo crochê. Fui assistindo, dando pause, assistindo e dando pause... Até que aprendi!!! Graças a Deus!!!
Isso ocupou muito o meu tempo, porque sou bem lerdinha fazendo né... Fora que tive que desfazer alguns no meio do caminho e refazer... Então levei uma vida pra fazer poucas peças.
Eu fiz uma faixinha pro meu cabelo, alguns cachecóis para tia, prima e amiga no Brasil, um porta moedas para mammys poderosa e ainda um cobertor pro bebê do meu cunhado, que ficou enorme por sinal!

Vejam o resultado aqui:







Mas eu cansei disso, e não queria ver lã na minha frente mais! Aliás ainda não quero ver, estou de férias de crochê.
Então pensei: O que posso fazer agora?
Fui numa loja chamada Hobby Lobby. É tipo um Armarinhos Fernando, sabe... Mas num tamanho gigante! Acha-se de tudo nesse lugar.
Eu tinha decidido que faria bolsinhas com burlap, que é um pano de juta. Fiz a listinha e lá vamos nós rumo a loja!
Comprei tudo, e fiquei mega empolgada pra começar. 
Gente, que fiasco! Não que tenha ficado ruim de tudo, até que ficaram bonitinhas, só que dá um trabalho imenso, e não vale a pena vender. Acaba ficando elas por elas. Vi então minha chance de fazer um dinheirinho limpo, indo por água abaixo...
Fora que, para dar um acabamento perfeito, eu precisaria de uma máquina de costura, o que está totalmente fora de cogitação, tendo em vista que a pessoa aqui não está fazendo dinheiro, né.
Mas dêem uma olhadinha nas bolsinhas...




Ainda tem muita coisa pra contar sobre essa minha aventura aqui nos EUA. Mas hoje eu queria mesmo falar um pouco sobre minhas atividades, o que eu tenho feito ou tentado fazer para me manter ocupada e aproveitar o meu tempo da melhor maneira possível.
Eu penso que, apesar de estar aguardando o meu processo, e às vezes ficar um pouco preocupada com isso, esse tempo que estou tendo aqui, é um presente de Deus, e preciso preencher com coisas boas e produtivas.

Prometo que volto com mais novidades!!!

Beijos e até mais!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário