terça-feira, 4 de outubro de 2016

Mudanças e Amizades

Domingo a noite eu estava pensando em como eu tenho oscilado com relação ao blog. Tem hora que eu fico empolgada e quero escrever sobre diversos assuntos. Tem semana que eu desanimo totalmente, e não sinto vontade de sentar aqui para escrever. O que não adianta muito, porque eu continuo pensando muito do mesmo jeito! A cabeça não para, fico com várias ideias. Então acho que está faltando é mais coragem mesmo rsrsrs.
Enfim... 
Como eu já citei aqui antes, estou morando fora do país. O que significa que estou longe, fisicamente, da minha família e amigos. E nesses quase sete meses, eu só tenho três pessoas com quem eu converso aqui nos EUA, além do meu marido. Duas brasileiras, ótimas pessoas que Deus colocou no meu caminho, e uma americana que também é super do bem.
Daí meu marido fala que eu deveria tentar fazer mais amizades na igreja, na academia, nos lugares que frequentamos. E eu fiquei pensando nisso, né. Tipo: Será que eu estou realmente me isolando, e deixando de conhecer pessoas?
Depois de muito pensar, uma fumacinha até saiu do cabeção... Mas eu concluí, que não! Eu não estou me isolando ou deixando passar a oportunidade de conhecer pessoas. 
Acontece que a vida me ensinou muito, e uma das coisas que aprendi, é que amigos são presentes de Deus. A Bíblia mesmo diz que encontrar um amigo é como encontrar um tesouro. E eu creio nisso 100%.
Eu já me decepcionei muito, muito! E isso continua acontecendo. E eu sofro, porque tem uma coisa que eu não vou ser humilde em assumir: eu sou amiga de verdade! Eu torço, eu oro mesmo pelas pessoas, desejo que realizem os sonhos, me preocupo... 
Eu amadureci muito com a vida. Agradeço a Deus por ter me tornado uma pessoa melhor. Ainda há muito o que evoluir, mas já sou feliz por várias mudanças que ocorreram no meu jeito de agir, pensar, tratar...
Outro dia eu li que, uma pessoa que você conheceu um ano atrás, não sabe mais quem é você. É preciso se apresentar novamente. 
E eu concordei demais com essa afirmação. Porque nós mudamos! Principalmente quando se busca muito a Deus, e esse desejo de ser melhor a cada dia, sabe? Mudamos mesmo! O que é ótimo. Fora as situações da vida, que nos fazem enxergar tudo de outra maneira, com mais amor! Eu sou o exemplo vivo disso, de como mudei nos últimos anos.

Eu sei que, por tudo isso, quando eu levo uma rasteira, quando sem um motivo aparente, alguém se comporta de um jeito estranho e simplesmente sai da minha vida, ah gente, como eu fico mal! Fico tentando encontrar onde foi que errei, o que eu falei ou fiz para que a pessoa não mais me quisesse por perto. Só que muitas vezes, não temos resposta pra isso.
Por mais que falemos com a pessoa, fica uma coisa estranha no ar, e por fim aquela relação que parecia tão saudável, tão verdadeira, se acaba. É muito louco, eu fico até aérea, sabe? Pensando e pensando... e remoendo pra encontrar o real motivo. Mas, é só perda de tempo. A vida é feita de escolhas, e se alguém escolheu sair da minha vida, não tenho o que fazer.

Só fiquei com dó de marido, porque eu usei todos esses argumentos para responder o questionamento dele. Mas paciência, né... rsrs Pelo menos ele disse que entendeu.

É isso gente, eu decidi, ou melhor dizendo, eu aceitei que o ideal é deixar as coisas acontecerem naturalmente. Se houver pessoas que Deus preparou para cruzarem o meu caminho, Ele vai criar a situação e isso vai acontecer. Eu não preciso ficar mandando mensagem, forçando que as pessoas falem comigo ou gostem de mim. Até porque eu sou feliz com os amigos que tenho hoje. Eu não preciso estar cercada de um monte de gente aqui, para sorrir. Como falei no início, estou longe fisicamente da minha família e amigos. Porque no coração estamos tão pertinho!

Beijos!



Nenhum comentário:

Postar um comentário